A mobilização segue até o dia 22 de maio, sendo 9 daquele mês, o dia “D” de imunização.

O anúncio foi feito pela Dive/SC (Diretoria de Vigilância Epidemiológica) nesta segunda-feira (16). A gerente de imunização da Secretaria de Saúde de Santa Catarina, Lia Quaresma Coimbra, esclarece que a vacina contra a gripe não imuniza a população contra o coronavírus.

A antecipação da campanha é uma estratégia que será utilizada pelo Governo Federal para facilitar o trabalho das equipes de saúde no diagnóstico do coronavírus. Isso porque os sintomas da Covid-19 são muitos semelhantes aos da gripe”, afirma.

Em Santa Catarina, o público alvo é de 2 milhões pessoas. Assim como em anos anteriores, a campanha será dividida por grupos prioritários.

Na primeira etapa de vacinação, que começa no dia 23 de março, serão vacinados idosos com 60 anos ou mais e trabalhadores da saúde.

Professores das redes públicas e privadas, profissionais de segurança e portadores de doenças crônicas, fazem parte do segundo grupo que deve ser vacinado a partir do dia 16 de abril.

Crianças menores de seis meses, gestantes e povos indígenas são o público alvo da terceira etapa de vacinação, que acontece a partir do dia 9 de maio.

A meta é vacinar, pelo menos, 90% de cada um dos grupos. A novidade para este ano é a inclusão de mais um grupo na campanha: os adultos com idade entre 55 e 59 anos.

Até o ano de 2019, a vacina só estava disponível para os adultos com 60 anos ou mais.

Para a campanha, o estado vai receber um total de cerca de 2.570.800 doses. Crianças vacinadas pela primeira vez vão receber duas doses, com um intervalo mínimo de 30 dias entre elas. A vacina oferecida neste ano será a trivalente que protege contra o vírus H1N1, H3N2 e vírus do tipo B.

 

 

 

Fonte: https://ndmais.com.br/noticias/campanha-de-vacinacao-contra-a-gripe-e-antecipada-em-santa-catarina/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *