Ter um idoso em casa é uma bênção que muitos podem não entender. É uma oportunidade única de conhecimento sobre a vida, o mundo e suas mudanças e, principalmente, de si mesmo. Conhecer seus limites e limitações, procurando mudar o olhar sobre a vida para algo mais empático e abrangente para, assim, criar um ambiente mais propício para idosos felizes.

Além de ser quase uma obrigação moral e fazer muito bem para toda a família, manter idosos felizes vai deixar a rotina mais leve e significativa, mesmo que em meio a dores, cansaço, esquecimentos e outras condições inerentes à idade.

Dessa forma, veja como fazer os idosos felizes com 10 dicas que vão te ajudar a ir muito além dos direitos básicos, trazendo mais humanidade e delicadeza no trato com uma vida que já viu muita coisa e ainda pode viver muitas outras mais.

1. Ouça e converse

Simples e eficaz. Ouça o idoso, deixe que ele conte a mesma história pela milésima vez, mesmo que seja daquele peixão que você sabe que não necessariamente era tão grande assim. Isso traz a ele uma sensação de alegria, cada vez que a história é contada.

Ouça as suas queixas, dores, ressentimentos e alegrias. Ouça sobre a tal novela que nunca assistiu ou sobre aquele filme em preto e branco, cuja atriz era belíssima. Não se incomode com alguns conceitos vistos como ultrapassados pela atual sociedade, lembre-se de que ele viveu em uma cultura completamente diferente.

Converse bastante também! Certamente é alguém que vai estar à disposição para te ouvir e dar conselhos, mesmo que não sejam muito aplicáveis. Se estiver com algum processo em que a mente não te reconhece mais, não se magoe e converse assim mesmo, sobre trivialidades, como faria com uma criança.

2. Ajude a manter a mente positiva

idosos felizes mente positiva
Crédito: Freepik

Muitas vezes os idosos têm certa tendência à melancolia e até ao desenvolvimento da depressão. Manter a mente ativa e positiva para a vida certamente vai ajudar a evitar muitos problemas, deixando o idoso mais feliz.

Ensine-o a reconhecer quando o pensamento negativo chega, colocando as coisas em uma nova perspectiva, para que possa modificar essa tendência. A partir daí, reelabore os pensamentos, construindo com ele alguns mais positivos, sobre o mesmo tema.

Converse sobre o perdão ao outro e a si mesmo e ensine a gratidão, não pelo que tem recebido de vocês, mas da vida. Todos os caminhos levaram até onde ele está hoje, sendo amado e cuidado por sua família, ao invés de estar só em um local afastado.

3. Estimule a prática de atividade física

Mais do que importante, a prática de atividades físicas é fundamental para a pessoa idosa, pois sua musculatura e ligamentos estão fracos e desgastados, devendo ser cada vez mais estimulados para evitar o atrofiamento.

Isso faz com que o idoso tenha uma maior autonomia e mobilidade, precisando menos de outras pessoas para realizar suas atividades. Essa autonomia leva a uma maior integração na sociedade, trazendo mais felicidade.

Além dos benefícios óbvios para o corpo, também a mente é beneficiada, com o estímulo das ligações neurais  em diferentes áreas do cérebro, que retarda os processos degenerativos. Outro ponto importante é a produção dos hormônios da felicidade.

4. Acompanhe a alimentação

idosos felizes alimentação
Crédito: Freepik

Muitas vezes, ele não sente fome ou simplesmente está cansado de comer a mesma dieta sem graça, que são obrigados a seguir. Por isso é importante acompanhar a alimentação, se está com a quantidade e qualidade adequada, pois há grandes chances de um almoço ser substituído por um lanche e, quem sabe, balinhas teimosas fiquem rondando a casa.

Procure receitas diferentes, com ingredientes inusitados, para preparar a alimentação dele. Existem diversas receitas de produtos sem glúten, lactose, veganas, sem gordura ou açúcar que podem te ajudar a diversificar o cardápio.

Algumas podem até ter ingredientes menos acessíveis, mas a grande maioria é de receitas fáceis de fazer e com ingredientes comuns ao dia a dia. Que tal colocar o próprio idoso para procurar na internet? Já vai ser uma boa distração aprender a usar um smartphone!

5. Inclua-o nas atividades da família

Muito além de pesquisar receitas, ele pode ajudar a fazer, a molhar as plantas, na lição das crianças menores, a cuidar dos pets da casa e ter suas próprias tarefas na casa, sentindo-se útil. Claro que isso deve ser feito com cautela e inteligência, sem forçar – mesmo que ele insista em fazer as coisas.

Passeios também devem ser acessíveis. Viajem e passeiem juntos, para locais onde ele também possa curtir. Dá para ir à praia, com um bom protetor, sombreiro e um chapéu muito estiloso. Dá também para ir para aquela cidade linda e fazer uns passeios mais leves com ele e outros sem, quando ele vai poder descansar um pouquinho.

6. Leia para ele

idosos felizes leia
Crédito: Freepik

Se a visão ou coordenação motora já não estão mais ajudando, que tal ler o livro favorito para seu idoso? Serão momentos diários de muito carinho e atenção e você de quebra, passa a cumprir aquela velha promessa de ler um pouco mais.

Além de ser uma forma de carinho, ajuda também a estimular o cérebro e reduzir o desgaste, atenuando problemas cognitivos e ativando a memória de longo prazo. Escolha histórias que ele já tenha lido e o efeito pode ser ainda melhor.

7. Façam coisas juntos

Que tal assistirem a uma série, filmes ou até a novela juntos? Depois, podem conversar sobre o que aconteceu, o que pode acontecer depois e ajudar a criar probabilidades. Podem também decorar o jardim, indo juntos ao horto para escolher as plantas e preparar de acordo com o que acham mais bonito.

Saiam juntos para ir ao mercado, pagar contas, visitar amigos, ir a eventos da escola das crianças e coisas do tipo. Façam coisas juntos, dispensando tempo de qualidade um com o outro. Isso certamente o deixará muito feliz.

8. Respeite o tempo dele

Não é pirraça, não é preguiça. O corpo simplesmente não responde como antes e não adianta apressar ou brigar. Respeite o tempo que o idoso leva para andar, articular os pensamentos, comer, beber o suco ou o remédio.

Se estiver cansado, deixe que descanse e não force mais do que o necessário. O peso da idade chega e não é fácil de lidar, principalmente para ele. Deixe que se expresse do seu jeito, que faça suas coisas mais devagar… Talvez ele já tenha entendido o valor do tempo.

9. Incentive a ter hobbies

idosos felizes hobbies
Crédito: Freepik

Com o passar do tempo, as pessoas podem começar a pensar que não tem nada a aprender de interessante ou que já está muito tarde para começar aquela atividade que sempre sonhou e a correria não permitiu.

Essa é uma boa hora para aprender algo novo ou aprimorar aquela habilidade esquecida há tempos. Pode ser uma dança, esporte, artesanato, canto, profissão… Qualquer coisa que estimule o aprendizado de forma divertida. Idosos felizes são ativos.

10. Seja gentil

Parece que é até desnecessário dizer isso, mas ser gentil com o próximo, independente de quem seja, é a base para qualquer relacionamento poder dar certo. Então se você quer que seu idoso seja feliz, seja gentil com ele.

Claro que, às vezes podem acontecer coisas que te tiram do sério, às vezes o próprio idoso não está em um bom dia. É aí que você deve fazer um esforço ainda maior para ser gentil, consigo e com os outros.

FONTE: https://www.dicasonline.com/manter-idosos-felizes/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *