Óbvio que a vida é finita e dizem por ai que dessa vida ninguém saiu vivo. Mas, a despeito de todo avanço da medicina com exames diagnósticos e cirurgias sofisticados, vacinas e saneamento básico, responsáveis por um inegável e bem-vindo aumento na longevidade conquistado nos últimos anos, poderíamos ir muito mais longe e com qualidade melhor. Isso se nós fizéssemos escolhas de vida mais conscientes….

Assim, claramente esta conquista da longevidade não vem sendo fruto do estilo de vida agressivo que temos adotado, na maioria das vezes por falta de opções. Trabalho em demasia, descanso pouco, pouca atividade física, alimentos com agrotóxicos, fumo e estresse continuo são fatores incorporados na nossa rotina e sem duvida agressores potentes da nossa saúde física e mental. Óbvio que existem doenças genéticas, autoimunes, degenerativas e até infecciosas, cujo nosso estilo de vida teria pouca ou nenhuma influência em desencadear. Mas mesmo nestas condições, já há no meio científico quem acredite que também podem ter pelo menos seu curso modificado pelos nossos hábitos.

1. Estresse continuado.

2. Sobrepeso.

3. Tabagismo.

4. Sedentarismo.

FONTE: https://vivabem.uol.com.br/colunas/danta-senrra/2019/06/01/4-fatores-da-vida-cotidiana-que-estao-nos-adoecendo.htm

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *